O produtor que não tiver eficiência produtiva tende a ficar excluído da atividade pecuária ao longo do ano. A afirmação é do especialista da Agroconsult, Mauricio Palma Nogueira, que no dia 23 de maio ministrará a palestra ‘Por que preciso produzir 21 @ em 24 meses?’, durante o Confinar 2018, em Campo Grande.

A palestra compõe a programação do lançamento do livro Entendendo o Conceito do Boi 777. “A pecuária esta indo ao nível da agricultura. Com isso, a baixa produtividade acaba sendo inviabilizada”.

Para o especialista, a previsão é de que em 2018 haja uma recuperação de preço do boi gordo. “O pecuarista não tem outra opção a não ser fazer um bom trabalho dentro da porteira.  Os custos  aumentam este ano, com alta de 12 a 15% do milho e dos proteicos,  mas ainda assim, como os preços vão subir, equilibrando o mercado”.

Na previsão do especialista, apesar de um ano político intenso, em 2018, a economia vai reagir bem: “Em relação à politica, o impacto das eleições serão sentidos em 2019. Este é um ano neutro”, avalia o palestrante do evento.

Sobre o evento – Mercado, integração, produção e sustentabilidade, serão os temas tratados durante a 7ª edição do Confinar, simpósio agropecuário, considerado um dos principais eventos do setor. A programação se dividirá entre os dias 22 e 23 de maio, com lançamento de livro e palestras que acontecerão do Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande/MS.

O Confinar é realizado pela BeefTec, organizado pela Company Eventos. A empresa responsável pela comunicação do simpósio é Agro Agência Assessoria. Para mais informações, acesse: confinar.net.br

Foto: Divulgação